Estufas para hortaliças melhoram a diversidade de produtos orgânicos
28/05/2010
 
 
A técnica proporciona aos orgânicos colheita o ano todo, melhor qualidade e maior produtividade

 
Cultivo de hortaliças em estufas permite ao produtor produzir com qualidade, em qualquer época, obtendo melhor remuneração na atividade.

O cultivo de hortaliças em estufas, ou seja, em um ambiente protegido, começou a ser utilizado há pouco no Brasil e vem apresentando grande expansão. Essa técnica surge trazendo importantes vantagens, contornando o problema da sazonalidade das hortaliças e permitindo ao produtor produzir com qualidade, em qualquer época, obtendo melhor remuneração na atividade.
 
Aliando essa técnica ao cultivo orgânico, as hortaliças produzidas em estufas apresentam ótima qualidade. Os orgânicos são fundamentados, principalmente, no cultivo que visa o potencial produtivo do solo associado ao clima da propriedade, o que indica as culturas e variedades com maior aptidão, embora nem sempre de maior interesse econômico ao mercado local. Dessa forma, o mercado de alimentos orgânicos se caracteriza por oferecer produtos regionais e sazonais, ou seja, de época.
 
A produção de culturas bem adaptadas e na sua melhor época permite, desde que atendidas suas exigências nutricionais, o seu máximo desenvolvimento, manifestando todo o potencial produtivo e com máximo de resistência às pragas e doenças. Quanto menos atendidas as exigências climáticas das culturas, maior será a suscetibilidade às pragas e doenças, ou seja, quanto mais fora da sua época, maior a necessidade de utilização de agrotóxicos. Como a proposta da agricultura orgânica é contrária ao uso de agrotóxicos, o cultivo fora de época seria inviável.
 
A diversidade na oferta de produtos orgânicos poderia ser significativamente melhorada com o cultivo protegido. A  utilização das estufas permite proteger o ambiente de cultivo das intempéries do clima, como geadas, ventos fortes, chuvas intensas e granizos, possibilitando benefícios, como aumentar o potencial de produção. Facilita o controle de pragas e doenças, a padronização da produção, a melhoria da qualidade do produto obtido, permitindo colheita fora de época e com maior produtividade. Em sistemas mais complexos, permite o verdadeiro controle de clima, por meio de equipamentos sofisticados, possibilitando manter a temperatura e a umidade do ambiente dentro da faixa ótima exigida pela planta.

As estufas melhoram a  diversidade de produtos oferecidos durante todo o ano.

Para atender aos produtores orgânicos acerca da utilização de estufas no cultivo, o CPT – Centro de Produções Técnicas, elaborou o curso  “Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa”, no qual você estará recebendo informações do engenheiro agrônomo Luiz Geraldo C. Santos, especialista em agricultura orgânica, coordenador técnico da Horta & Arte Produtos Orgânicos.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada à ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

A utilização de estufas é uma forma bastante eficiente de atender às exigências climáticas das culturas, mesmo em épocas desfavoráveis, permitindo um abastecimento menos sazonal dentro do mercado orgânico e satisfazendo melhor nossos produtores e consumidores.

Fonte: Centro de Produções Técnicas (CPT)

 

 


 
 
© 2014 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign :: CG Propaganda
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão - Campinas - SP - CEP 13070-091 - Fone/Fax: (19) 3243-6472 - abcsem@abcsem.com.br