1 1
Excesso de cenoura

A grande oferta derrubou o preço da cenoura. No Paraná, alguns agricultores até esperaram por uma reação do mercado, mas, agora estão destruindo parte das lavouras.

Marilândia do Sul responde por 54% da produção de cenoura no Paraná. Em todo estado são quase 200 mil toneladas por ano. Nesta safra, o clima ajudou, a produtividade foi grande e sobra cenoura em todo país. Com tanta oferta, o preço da cultura despencou.

O agricultor Éderson Pereira cultiva 150 hectares. Há seis meses, aguarda alguma reação. “No ano passado custava R$ 20 a caixa. Nesse ano, estamos vendendo por R$ 5. Não cobre nem o custo”, avaliou.

A safra excessiva esbarra ainda na falta de compradores. O trator, que ajuda na colheita, serve também para destruir parte da produção.

Na fazenda do agricultor Sérgio Paschoal, quinhentos mil quilos estão virando adubo. A cenoura passou do ponto e o jeito foi gradear a terra para dar lugar à soja. Foi a segunda vez em 15 dias que o agricultor eliminou a plantação. Em uma área vizinha, outros 600 mil quilos de cenoura apodrecem no campo. Fazer a colheita só aumentaria o prejuízo.

“Poderia até doar. Dá dó, com tanta gente passando fome, a gente enterrar essa mercadoria, um produto de alimentação, no solo. Mas para tirarmos essa mercadoria e preparar para fazer uma doação o custo é muito caro. A gente já está no prejuízo. Daqui a gente tira o nosso sustento. Hoje, enterrar a mercadoria no solo é muito triste”, lamentou Paschoal.

O Paraná é o principal produtor de cenoura do país, com 18% da safra.

Confira a reportagem completa sobre o assunto, acessando o link:
http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1369271-7823-AGRICULTORES+RECLAMAM+DO+PREO+DA+CENOURA,00.html


Fonte: Globo Rural 
 
 

Busca:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2022 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda