1 1
Produtor de Rio Grande/RS adianta colheita da cebola

Parte dos cebolicultores de Rio Grande já começaram a colheita da cebola precoce e sentem no bolso os impactos da estiagem provocada pelo fenômeno La Niña. Alguns mercados estão adquirindo o produto, mas o preço está sendo considerado baixo, em torno de R$ 0,30 o quilo. No ano passado, no início da comercialização, o valor era de R$ 1,00 por quilo. Conforme Victor da Silva, técnico do escritório da Emater no município, a cotação é reflexo da falta de chuva. A situação impacta na qualidade e no tamanho da cebola, que está sendo colhida pequena.

O técnico destaca que parte dos produtores adiantaram a colheita porque estavam com receio de uma perda maior, uma vez que a previsão é de mais seca. "Os que irrigam provavelmente terão um produto de mais qualidade, pois podem deixar o bulbo no solo por mais tempo", observa. O secretário municipal da Agricultura, Joel de Ávila, destaca que há poucos compradores e que o valor pago, além de ser muito menor que o registrado no ano passado, não cobre o custo de produção. Além disso, os produtores não podem esperar melhor momento para a venda da colheita, pois não têm local adequado para armazenamento.

Outro fator que está influenciando o baixo preço é a maior oferta do bulbo. Silva diz que em 2009, em Rio Grande, menos produtores investiram na cultura da cebola. Em decorrência disso, a oferta era pouca e o preço maior. Animados com a boa comercialização ocorrida na safra anterior, este ano, mais produtores plantaram o bulbo. A oferta aumentou, mesmo neste início de colheita, o que também contribui para um menor preço. Em Rio Grande a área plantada é de 800 hectares, com produtividade estimada entre 17 e 18 mil quilos por hectare. A cultura da cebola envolve em torno de 700 produtores rio-grandinos.


Fonte: Correio do Povo

 

Busca:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2022 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda