1 1
Escolas aderem a cardápio de alimentos mais saudáveis

Nada de fritura ou salgadinhos industrializados. A merenda de algumas escolas de de Sorocaba estão recheadas de frutas como maçã, pêra, mamão, uva e produtos como iogurte, leite de soja, sucos e lanches naturais. Na rede municipal, o cardápio da merenda escolar normalmente já segue a recomendação de uma alimentação saudável. Mas na Semana Municipal de Combate à Obesidade, comemorada no começo de abril, o cardápio é incrementado com a distribuição de mais verduras, legumes e frutas às crianças. Esta semana, algumas escolas particulares também aderiram à alimentação saudável. O Colégio Véritas promove esta semana uma série de atividades para celebrar a ‘Semana da Boa Alimentação.

Até hoje, os alunos participam de rodas de conversas para discutir a importância da boa alimentação e os malefícios que hábitos incorretos podem acarretar. Todos eles desenvolverão atividades diferenciadas, cada uma delas relacionada com cada faixa etária. Na programação, cerca de 600 alunos da Educação Infantil e Fundamental 1 plantarão hortaliças, que serão transformadas em presentes do Dia das Mães.

Além disso, os alunos estão trazendo de casa as frutas preferidas para o lanche e fazendo bonecos com frutas e legumes, para que conheçam os alimentos e a brincadeira incentive o consumo. Apresentamos a alimentação saudável de uma forma lúdica, para que eles se habituem, afirmou a coordenadora pedagógica da escola, Valéria de Fátima Moura Ferrette.

Há dois anos, o colégio iniciou um programa para estimular a conscientização dos pais dos seus alunos a adotarem hábitos mais saudáveis em relação aos lanches que são preparados em casa para a merenda escolar. Paralelamente, também passou a comercializar em suas cantinas frutas, sucos e lanches naturais, abolindo os alimentos gordurosos. Existe toda uma preocupação com o lanche, mas o cardápio não é imposto, é sugerido. Nas reuniões de pais sempre colocamos em pauta esse assunto, disse a coordenadora, que ressaltou que não são todos os pais que aceitam as indicações da escola. Não é 100%, alguns ainda mandam as coisas mais fáceis, que geralmente não são as mais saudáveis..

Lei

Juntas, as Leis 7.478, de 2 de setembro de 2005 e 8.121, de 2 de abril de 2007, do vereador Carlos Cezar (PSC), instituíram a ‘Semana Municipal de Combate e Prevenção à Obesidade Infantil, a ser realizada, anualmente, na semana do dia 07 de abril, Dia Mundial da Saúde. A legislação prevê que sejam realizadas atividades educativas com o objetivo de prevenir a obesidade infantil, envolvendo as secretarias municipais de Educação e Saúde e também entidades científicas, como a Sociedade Brasileira de Pediatria e a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade, entre outras instituições.

De acordo com o vereador, a Semana de Combate e Prevenção à Obesidade tem por objetivo conscientizar a população de Sorocaba, através de procedimentos informativos, educativos e organizativos, sobre os males provocados pela obesidade infantil, suas causas, consequências e formas de evitá-la ou tratá-la.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Busca:
Dólar:
Euro:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2020 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda