top of page

ABCSEM dá as boas-vindas aos seus novos associados


A Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas (ABCSEM) acaba de receber em seu quadro de associados, mais duas novas empresas: a East-West Seed/Hortec e a MBAgriculture.


De acordo com Aryan Schut, Secretário-Executivo da ABCSEM, a entidade dá as boas-vindas aos novos associados, que chegam para agregar ainda mais representatividade ao setor, contribuindo para o fortalecimento da instituição diante dos órgãos competentes e do mercado. “Estejam certos de que vamos, juntos, conquistar novos pleitos e benefícios para toda a cadeia hortícola nacional”, celebra o profissional.


Atualmente, as associadas da ABCSEM são responsáveis por cerca de 95% do volume de sementes comercializado no Brasil e pertencem aos segmentos: industrial, revenda, assessoria em comércio exterior, beneficiamento de sementes e trading.



 

CONHEÇA QUEM SÃO OS NOVOS ASSOCIADOS


Confira, abaixo, as entrevistas concedidas pelos representantes das duas empresas, que são as mais novas associadas da entidade e confira todos os detalhes sobre as trajetórias e atividades realizadas por estas companhias dentro do setor.


EAST-WEST SEED


Entrevista realizada com Francisco Antônio Assef Sallit, Diretor-Geral Brasil da East-West Seed/Hortec.



 

Comente um pouco sobre a história da empresa, sua área de atuação, principais serviços e/ou produtos oferecidos ao mercado.


Fundada em 1982 pelo holandês Simon Groot, ganhador do Prêmio Mundial da Alimentação de 2019, a East-West Seed é uma das principais empresas de sementes de hortaliças do mundo na Ásia e está se expandindo rapidamente na África e na América Latina. A empresa privada tem desempenhado um papel importante no desenvolvimento e melhoramento de variedades de hortaliças tropicais adaptadas aos mercados tropicais e às condições de cultivo. A missão da empresa é fornecer produtos e serviços inovadores que ajudem a melhorar a vida dos produtores de hortaliças. Além disso, a East-West Seed treina produtores de hortaliças para ajudar a maximizar a produtividade e a renda por meio de um melhor conhecimento quanto às diferentes etapas do ciclo de produção de hortaliças. A East-West Seed recentemente expandiu os negócios para o Brasil, por meio da aquisição da Hortec, empresa que por 30 anos desenvolveu um importante germoplasma, também com foco em um ambiente tropical e subtropical, com o propósito de atender os produtores do Brasil. Assim, uniram-se duas empresas com um compromisso em comum, de intensa dedicação para melhorar a vida dos agricultores, em especial do pequeno produtor. A EWS está trazendo 40 anos de experiência e expertise, onde estamos construindo um projeto sustentável que traga valor para os seus colaboradores e para os agricultores brasileiros, com reflexo positivo também em toda cadeia de valor do setor de hortaliças.



 

Como você analisa a importância do associativismo para o fortalecimento do setor como um todo?


O fortalecimento do setor hortícola do Brasil passou e passará por uma forte representatividade dos diferentes players atuantes em todos os elos da cadeia produtiva, objetivando dar a devida visibilidade e amplificando o quanto este setor gera de valor para a sociedade. É por meio da organização das indústrias, comerciantes e produtores de sementes e mudas de hortaliças, inseridos em uma associação que os represente de forma legítima nos principais fóruns que norteiam a atividade, que se fortalece um setor, dando-lhe sustentabilidade e longevidade. Nesse contexto, a ABCSEM tem o poder de nos representar em diferentes frentes, como por exemplo no âmbito da legislação, do mercado de sementes e mudas, e com uma comunicação efetiva e verdadeira, enaltecendo e materializando a riqueza que uma dieta rica em hortaliças e frutas traz para a sociedade brasileira.



 

Qual é a expectativa da empresa ao se associar à uma entidade de classe como a ABCSEM?



Será uma oportunidade para nós essa reaproximação com a ABCSEM e todos os seus associados, pois teremos um fórum que efetivamente representa o setor de sementes de hortaliças, a sua complexidade, oportunidades e desafios, que nos suportará na busca dos meios formais para atuarmos de forma plena no mercado brasileiro e em total sintonia com as normas e regras que regem o setor. Queremos também contribuir de forma efetiva para o fortalecimento da representatividade e chancela da ABCSEM, não só no setor de sementes de vegetais e mudas, como também na nossa inserção em toda a cadeia de valor de hortaliças.


MBAGRICULTURE



Entrevista realizada com os profissionais J. Marcos Bernardi, Diretor-Presidente, e Léon Bernardi, Vice Diretor-Presidente da MBAgriculture.



 

Comentem um pouco sobre a história da empresa, sua área de atuação, principais serviços e/ou produtos oferecidos ao mercado.



A fundação da MBAgriculture aconteceu em 2012, após a venda da nossa antiga empresa, com mais de 20 anos de atuação em Sementes e Mudas, a um grupo estrangeiro. A companhia foi criada por mim, J. Marcos Bernardi, engenheiro agrônomo e bacharel em Direito e perito do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atuo na iniciativa privada desde meu desligamento voluntário do Ministério da Agricultura em 1990, onde fui Fiscal Federal Agropecuário na Coordenadoria Estadual da Produção de Sementes e Mudas (Ceprosem). Desde então, atuo na importação e comercialização de batata-semente e como consultor em negócios internacionais. Trabalhei como único consultor do United States Potato Board, o conselho de produtores de Batata dos Estados Unidos da América, durante 12 anos, responsável pelos trabalhos de intercâmbio com produtores brasileiros e americanos, bem como na condução de campos de Valor de Cultivo e Uso, para fins de registro de variedades americanas no Registro Nacional de Cultivares. O outro sócio é León Bernardi, economista formado no Insper em São Paulo (SP), que voluntariamente se desligou do BBA-Itaú para seguir na administração e gestão da empresa em São João da Boa Vista (SP), aproveitando a oportunidade de estar trabalhando no interior, em razão da pandemia. É responsável pelos novos negócios da empresa, como exportação e consultoria internacional na sociedade com a Ambient BV, empresa de Israel. Vale ressaltar que a MBAgriculture também atua na importação de máquinas para o cultivo de alho.



 

Como vocês analisam a importância do associativismo para o fortalecimento do setor como um todo?


O associativismo possui uma importância vital, necessária e estratégica, pois os destinos, reinvindicações e aspirações dos comerciantes de sementes e mudas, muito embora sendo de diferentes espécies, quase sempre convergem a um ponto comum, seja no âmbito político, técnico ou econômico. A efetiva participação da ABCSEM nos órgãos e comissões técnicas oficiais, de onde saem os regulatórios do setor, garante com clareza as regras para seus associados e, por tabela, mostra também para aqueles que não o são e estão marginalizados no cumprimento destas normativas, que a associação está vigilante e pronta para entrar em ação em defesa de nossos interesses.

 

Qual é a expectativa da empresa ao se associar à uma entidade de classe como a ABCSEM?


A larga convivência e experiência com a comercialização de sementes tem dado à ABCSEM credibilidade e autoridade para agir em nome dos associados, que não conseguiriam atingir seus anseios, reivindicações, ou até mesmo se defender de injustiças, que não raro acontece contra eles, se não fosse por meio de uma entidade de classe que os represente perante uma autoridade, entidade e outros. Assim, nossa expectativa ao nos associarmos à ABCSEM é no sentido de termos este respaldo da associação, tratando dos interesses de seus membros com igualdade e empenho nas causas e também contando com a contrapartida de nossa parte, colaborando naquilo que pudermos para o êxito de sua missão.



0 visualização0 comentário
bottom of page